Fisioterapia Domiciliar

Rio de Janeiro

Esclerose Múltipla

0 Flares 0 Flares ×

A esclerose múltipla é diagnosticada normalmente entre os 20 e 40 anos, com prevalência no sexo feminino. Nela ocorre deterioração da mielina e com isso o individuo pode apresentar sintomas como fadiga, espasticidade, fraqueza, complicações da marcha, problemas intestinais, quadro álgico, tremores, visão dupla, que podem aparecer de maneira rápida ou lenta. Estudos mostraram que alterações cognitivas podem estar presentes em 50% a 70% dos indivíduos com esclerose múltipla.

É uma doença ativa e progressiva desde o inicio dos sintomas.

A causa da esclerose múltipla ainda não esta claramente definida, mas acredita-se que a deterioração da mielina pode ser causada pelo sistema imunológico. Porém pesquisadores possuem uma teoria de que um vírus ainda não definido possa ser o fator causador da doença. Outra teoria seria que fatores genéticos podem estar relacionados ao desenvolvimento da esclerose múltipla.

O diagnostico é feito através de evidencias de lesões no sistema nervoso central, distúrbios neurológicos entre 10 e 59 anos, e através de imagens pela ressonância magnética.

A esclerose múltipla ainda não em cura, porém pesquisadores focalizaram quatro diretrizes para o tratamento: imunologia, genética, virologia e biologia de células gliais.

A reabilitação da esclerose múltipla inclui diversas áreas como fisioterapia e terapia ocupacional, tendo como objetivo melhorar a função, minimizar a fadiga e a espaticidade e previnir complicações.

A fisioterapia objetiva o fortalecimento muscular, a normalização do tônus muscular, o aumento do equilíbrio, orientar sobre possível quadro de incontinência urinária.

Posicionamentos, alongamentos, escovação, correção postural, exercícios respiratórios, aumento da resistência, diminuição da espaticidade, treino da marcha e orientações aos familiares estão dentro do plano de tratamento desses pacientes.

A fadiga é o principal sintoma na esclerose múltipla e pode estar relacionada ao sono que pode ser privado, pelo fato de urinar muito durante a noite, alimentação inadequada, incapacidade e depressão. O aumento da temperatura corpórea afeta a condução nervosa, causando aumento da fadiga.

Precisando de Fisioterapia? Clique Aqui e Fale Comigo!

10 Comments

  1. tenho 32 anos, a 3 anos pra cá venho sentindo várias dores, fiz tratamento de canal em tres dentes, mas a dentista sem intender, não conseguia terminar canais devido muita dor, sem explicação dizendo ela, quando fechados, eu não suportei a dor e pedi para extrair dois dentes. Nos ultimos meses venho sentindo dores nas juntas, dormência nas mãos e pés, formigamento nas costas, dores como pontadas pelas juntas, fraqueza e fadiga nos braços e pernas, e muito sensível, chorando com frequencia. Fui em clinico geral, investigado reumatismo e lupos, mas não alterado os exames. Fico triste, pois não tabalho como trabalhava antes, estou cansada de procurar médicos, fica parecendo que estou procurando doença. Me ajudem em uma orientação! Obrigada e que Deus os abençoe!

  2. Estela Fantin

    22/04/2010 at 14:20

    É incrivél!! Estou com o mesmo problema da Mônica que escreve no comentário de 18/04 às 01/36. Tenho 34 anos e desde de junho/2009 quando extrai um dente do siso e fiz dois tratamentos de canal venho sofrendo muito de dor. Parece que ninguém me entende, principalmente os dentistas que fui, pois não consigo finalizar, ou seja, fechar os dentes porque dói muito. Será que meu problema pode ser neurológico? Os dentistas dizem que não tem nada nos dentes e não querem extrair. Me ajudem por favor.

  3. Estela, ainda não tivemos respostas pra nossas perguntas e dúvidas, mas mantenha a calma, e não extraia os dentes, pois eu extrai no desespero da dor e nao adiantou de nada, continuo sentindo dor, pesquisei, e li vários artigos que dizem que não adianta extrair o dente, pois as dores são causadas pelo nervo trigemio que percorre pelo nosso rosto. vai fazendo curativo até um neurologista de avaliar! Fique na paz de Cristo!!!

  4. Dra. Rackel

    30/04/2010 at 19:18

    Olá Monica,
    Obrigado pelo seu comentário!
    Aconselho a procurar um neurologista para que ele possa indicar o melhor tratamento para a neuralgia do nervo trigêmeo.
    Atenciosamente,
    Dra. Rackel Monte

  5. Marco Antonio

    03/08/2010 at 08:15

    Sinto pontadas e dores nas articulações e às vezes no meio dos braços ou pernas. Sinto dores nas costas e sensação de tontura que às vezes aparece e noutras horas some. Dá uma sensação de que estou claudicando, principalmente da perna esquerda. Uma espécie de falta de firmeza. Tenho também a sensação de líquido escorrendo próximo aos tornozelos, como se fosse suor, mas quando passo a mão não há nada. Tenho 34 anos e tenho discopatia degenerativa em C6 e C7 e osteofitoses em C2 e C3. Será que todos esses problemas derivam da coluna ou posso ter algo mais? Pode ser Esclerose? Esclerose Múltipla aparece em RM de crânio?

  6. Dra. Rackel

    04/08/2010 at 11:20

    Olá Marco Antonio,
    Obrigado pelo seu comentário!

    De acordo com os sintomas que você descreveu, é provável que as dores que sente tenham origem na discopatia degenerativa. A esclerose múltipla se manifesta de outra maneira e na ressonância magnética poderia ser constatada a presença dessa doença. A fisioterapia e o uso de alguns medicamentos ajudam a controlar as dores.

    Atenciosamente,
    Dra. Rackel Monte

  7. Sinto dores fracas em forma de pontadas por todo o corpo quase todos os dias, , a dor vai passando de um lugar para o outro , principalmente nos tendoes do pulso, nos dedos , no joelho, no antebraço, braço ,na junção entrre braço e antebraço , cotovolelos, dedos dos pes, tornozelos. Sinto pontadas nesses varios lugares.. Tudo começou com todas as articulações estralando, em seguida comecei a sentir as dores. Não sei se é só estresse ou se pode ser alguma coisa , pq no inicio nos fins de semana as dores paravam ,mas agora sinto sempre. Isso já tem 2 meses.

  8. Olá Leia,
    Obrigado pelo seu comentário!

    Aconselho que procure um reumatologista, para que ele possa fazer uma avaliação mais específica do seu caso.

    Atenciosamente,
    Dra. Rackel Monte

  9. Marcela Narcizo

    22/04/2011 at 00:52

    olá…achei interessante sua materia!!
    Sou portadora desta enfermidade, acabei de descobrir…mas creio que ja ta dando tudo certo!!!
    no momento ainda estou com o lado direito semi paralisado e com dificuldade na fala, mas em 7 dias já melhorou muuuuito!!!
    vou iniciar o tratamento pela HUCAM – vitória es, na segunda…
    acho que vou precisar de algumas de suas dicas…rsrsr
    graças a Deus, tenho uma família que me apóia e me deixa tranquila…
    sou muito feliz!!! pois creio que Deus nos dá o que podemos suportar e para nossa fé crescer…
    obrigada por me receber!!!
    fik com Deus!!!!

  10. Olá Marcela,
    Obrigado pelo seu comentário!

    É muito bom quando temos uma família que nos apóia e nos dar força para superar momentos difíceis.Não pare o seu tratamento em hipótese alguma, pois assim você pode ter uma qualidade de vida ótima.
    Volte sempre que precisar!

    Atenciosamente,
    Dra.Rackel Monte

Comments are closed.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×