Fisioterapia Domiciliar

Rio de Janeiro

Enfisema Pulmonar

0 Flares 0 Flares ×

Doença pulmonar progressiva caracterizada por um aumento anormal dos espaços aéreos distais ao bronquíolo terminal. Os alvéolos se rompem e os pulmões acabam perdendo a sua capacidade elástica.

O enfisema, juntamente da bronquite, são consideradas as formas mais comuns da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

Tabagismo, poluição, deficiência da proteína alfa 1 antitripsina e fatores de auto imunidade estão relacionados ao aparecimento do enfisema pulmonar.

O fumo provoca hiperplasia do epitélio, ruptura dos septos alveolares, espessamento das paredes, contribui para infecções, facilita o broncoespasmo, diminui a produção de surfactante e inibe a atividade enzimática antielastase e antioxidante.

A deficiência da proteína alfa 1 antitripsina que protege os pulmões de enzimas, é hereditária, aonde baixas quantidades de proteína são produzidas.

O enfisema pulmonar pode ser classificado em:

- enfisema periacinoso: a coleção se localiza na periferia do ácino (enfisema difuso), sendo mais comum em homens.

- enfisema cicatricial: é secundário, ocorre distenção, ruptura, proliferação fibrosa, hiperinsuflação e impedimento do pulmão de diminuir o seu volume.

- enfisema focal: provocado por deposição de carvão mineral nos bronquíolos, aonde ocorre fibrose e distensão alveolar. Os bronquíolos encontram-se dilatados.

- enfisema lobar congênito: instala-se no recém nascido antes dos 6 meses, porém com manifestação tardia.

Caracteriza-se por insuflação do parênquima.

O quadro clínico caracteriza-se por dispnéia, cianose, tórax em tonel, diminuição da elasticidade, do murmúrio vesicular, da expasibilidade, hipersonoridade, fadiga, dores de cabeça pela manhã, emagrecimento, tosse, edemas em tornozelos e baquetamento dos dedos.

O enfisema pode levar a complicações tais como: pnemotórax, atelectasia, broquiectasias e hipertensão pulmonar.

O diagnóstico se da através do relato de sinais e sintomas, avaliação respiratória durante a atividade física, observação da expansibilidade do tórax, ausculta pulmonar e cardíaca, observação da pele e das mucosas. Exames como raio x deve ser realizados e avaliados, assim como a espirometria , a tomografia computadorizada, exame do escarro, e quando suspeitada deficiência da proteína alfa 1 antitripsina deve ser solicitado um exame de sangue.

O tratamento do enfisema pulmonar visa aliviar os sinais e sintomas, pois ainda não há como interromper a progressão da doença. O indivíduo deve ser aconselhado a para de fumar. Broncodilatadores, corticosteroides e antibióticos específicos pode ser administrados para amenizar o sintomas.

A fisioterapia deve ser recomendada ao individuo enfisematoso, tendo como objetivo remover as secreções brônquicas através da inaloterapia, tapotagem, vibração e tosse, reduzir o trabalho respiratório eliminando atividades muscular desnecessária, diminuir a frequência respiratória, desinsuflar os pulmões através da TEMP, expiração incentivada, mobilização torácica.

Precisando de Fisioterapia? Clique Aqui e Fale Comigo!

46 Comments

  1. Dificil relatar algo sobre esta deficiencia fisica, pois algo que perde sua elasticidade pode gradualmente retorna-la , com as varias variante tecnologicas tais como celulas troncos, e tais estudos eu não consegui a vislumbrar, mas existe sim luz no fundo deste tunel porque para a inteligencia pesquisa e inquerir sobre algo o ser humano ja provou a sua capacidade de se aventurar em ambientes hostis e vencer sera que não e chegada a hora de ver esse mesmo espirito avancar nesta lacuna indo de encontgro a cura, veja na area cardiaca ja exite comprovações maravilhosas não e possivel na area respiratoria.

  2. Gostei muito das informações contidas no artigo. Está de parabéns, em poucas linhas explicou várias situações sobre o enfisema.

  3. Alessandra de Toledo

    13/11/2009 at 10:03

    Raquel, sou fisioterapeuta, professora universitária de fisioterapia e gostaria de parabenizá-la pelo artigo.
    um abraco
    Alessandra Corlatti

    • Dra. Rackel

      13/11/2009 at 20:44

      Olá Alessandra,
      Obrigado pelo seu comentário!
      Fico feliz que tenha gostado do artigo!
      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  4. geisa Maria Brodt Sc

    29/08/2010 at 10:51

    Olá Dra Rackel.Tenho enfisema pulmonar e tenho interesse em saber mais sobre cirurgia e células tronco. Tenho 59 anos e tive várias pneumonias no decorrer da vida.Será que já era uma deficiencia pulmonar ou o enfisema é uma consequencia? Onde moro não temos muitos profissionais interessados, mas eu iria a qualquer lugar buscar recursos. Tenho tido gripes constantes, tonturas,por vezes até desmaios e me sinto muito cansada.O enfisema causa dor ou é psicológico? Eu sinto uma dor leve e permanente nas costas. E a fisioterapia é, realmente, uma forma de melhorar as condições respiratórias? A altitude também é ruim? Vivo a 1200 m na serra catarinense faz 5 anos e só comecei a me sentir mal depois de vir para cá(antes eu morava em florianópolis. Desculpe perguntar tanto, mas os artigos não falam muito sobre como e onde devemos viver para ficar bem. Se a sra. puder responder minhas dúvidas e me indicar onde está mais evoluido o tratamento, agradeço. Atenciosamente. Geisa

    • Dra. Rackel

      03/09/2010 at 18:17

      Olá Geisa,
      Obrigado pelo seu comentário!

      A fisioterapia é essencial no tratamento da pessoa com enfisema pulmonar, pois ela ensina o enfisematoso a respirar melhor sem fazer uso da musculatura acessória desnecessariamente. A altitude está relacionada sim com o aumento da sua dificuldade de respirar.O enfisema é uma doença obstrutiva e não causa dor.
      Aconselho que procure um pneumologista, e um fisioterapeuta para que você possa seguir um tratamento adequado para melhor a sua capacidade respiratória e te proporcionar uma melhor qualidade de vida.

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  5. meu avo tem 74anos esta com enfizema pulmonar ele so tem 35% do pulmao funcionando a fisioterapia funciona no caso dele

    • Olá Luciana,
      Obrigado pelo seu comentário!

      No caso dele que já está avançado , nós não teríamos uma grande melhora, porém a fisioterapia, amenizaria os problemas causados pelo enfisema.

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  6. Tenho 56 anos e tenho enfizema pulmonar. Tenho sentido muita falta de ar. Qual exercicio recomendado?
    Faço uso do medicamento Alenia 12/400 ( fumarato de formoterol didratado + budesonida.

    • Olá Roberto,
      Obrigado pelo seu comentário!

      O ideal seria o senhor procurar um fisioterapeuta na cidade aonde mora para que o mesmo possa lhe orientar na prática sobre os melhores exercícios e a melhor maneira para o senhor respirar.

      Atenciosamente,
      Dra.Rackel Monte

  7. Dra Rachel descobri hj que tenho o mínimo de enfisema pulmonar esse foi a conclusão dos diagnostico da tomografia com contraste feita em mim dia 18 06 11, e hj recebi o resultado da tomografia computadorizada , pois descobri desde dezembro 2010 ao pegar uma gripe que saiu um pouquinho de sangue no escarro e desde então de vez enquando sai um pouquinho de sangue sempre tenho pigarro sempre escarrando e as vezes vem um pouquinho de sangue Fumei 25 anos e desde 1996 que não fumo mais. O que devo fazer daqui pra frente.

    • Olá Mari
      Obrigado pelo seu comentário!

      Aconselho que procure um pneumologista para que o mesmo posso lhe indicar o tratamento fisioterapêutico com ênfase no trabalho respiratório, pois o enfisema faz com a pessoa altere o padrão respiratório, dificultando a respiração, provocando muito cansaço.

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  8. alcione barbosa

    21/08/2011 at 20:34

    ola Dra. tenho 34a e descobri a dois meses que tenho enfisema mas a seis meses sofri um derrame esquemico e estava fazendo a fisio para voltar os movimentos, so que parei porque fico com muita falta de ar. Existe algo que eu possa fazer sem ficar muito cansada?

    • Olá Alcione,
      Obrigado pelo seu comentário!

      Você faz fisioterapia respiratória para poder melhorar a sua capacidade respiratória? A pratica dos exercícios respiratórios melhora a capacidade de respirar e com isso a falta de ar diminui e assim a senhora seria capaz de realizar melhor a fisioterapia motora.

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  9. Boa noite Dra Rackel minha mãe tem 57 anos mais parese ter mais porque fumou por muitos anos parou com o tabagismo em 2005 e a um tempo tem enfisema pulmonar que tipo de fisioterapia ela pode fazer em casa para fortalecer o pulmão?

    • Olá Glaucia,
      Obrigado pelo seu comentário!

      O melhor para sua mãe seria procurar um fisioterapeuta, para que o mesmo possa ensinar e praticar os exercícios respiratórios para ela. Não deixe de procurar pois a fisioterapia é essencial para a saúde dela!

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  10. dra rachel .boa noite. eu tenho um amigo;irmão que se encontra no estado de efisema pulmonar,que na minha opinião, é GRAVISSIMO, porque o médico o aconselhou a parar de fumar porque seu pulmão já estava comprometido em quinze por cento, e ele também não consegue largar do alcool. eu queria saber se realmente é necessario uma internaçãp e se posteriormente ele estando nesse momento com 40 anos e fuma desde os quinze anos, haja uma possibilidade de uma cirurgia ou até então interna-lo em uma casa de recuperação… Desde já AGRADEÇO….

    • Olá Raffael,
      Obrigado pelo seu comentário!

      Ideal seria que ele parasse de fumar, pois o enfisema vai avançar se ele não parar. Se para ele for difícil largar tanto o fumo quanto o álcool, o melhor seria procurar tratamento para que ele consiga largar o vício.

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  11. Dra Rachel Monte,
    bom dia.
    gostaria de saber que:
    quem tem enfisema pulmonar pode caminhar?
    aguardo sua resposta.
    desde já obrigada
    ana

    • Olá Ana,
      Obrigado pelo seu comentário!

      A pessoa que tem enfisema pode caminhar sim, desde que o indivíduo não esteja em uma crise aguda de falta de ar.

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  12. ola dr minha avo tem enfisema pulmonar; a risco de morte ? tem alguma coisa que da pra faser em casa?

    • Olá Suellen,
      Obrigado pelo seu comentário!

      O enfisema pulmonar pode levar a morte sim, se não for tratado da maneira adequada. O ideal seria que sua avó fizesse fisioterapia respiratória para que a qualidade de vida dela seja mantida.

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  13. meu avô esta com enfisema pulmonar por causa do cigarro,ele esta muito abatido nao quer comer quase nada so quer ficar deitado,nao sei o que fazer,esta sentino muita falta do cigarro.

    • Olá Josiane,
      Obrigado pelo seu comentário!

      Aconselho que você procure assistência psicológica para o seu avô, não esquecendo da fisioterapia respiratória que é muito importante no caso do seu pai.

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  14. dra rackel meu marido esta com efizema sendo que so cosegue puchar 30 po cento do ar a medica falou que e muito grave o efisema dele . tem risco de morte .

    • Olá Dalva,
      Obrigado pelo seu comentário!

      O enfisema pulmonar deve ser tratado, pois a pessoa vai perdendo a qualidade e a capacidade respiratória. O enfisema leva a complicações sérias que podem fazer com que a pessoa vá a óbito. Ele está fazendo fisioterapia respiratória?

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  15. Dra.Raquel
    Comecei a fumar com 12 anos aos 23 anos fui diagnosticada com enfisema pulmonar larguei de fumar …fiz fisioterapia na época,hoje tenho 41 anos nesse tempo sinti falta de ar poucas vezes tipo no frio dava uma recaída mais logo passava,agora a uns dias eu estou sentindo muita falta de ar,faço caminhadas regularmente,eu até pensei estar curada disso….estou fazendo exercícios respiratórios,o que será que aconteceu para voltar os sintomas?

    • Olá Matilde,
      Obrigado pelo seu comentário!

      O enfisema não tem cura, o que acontece é que quando é descoberto no início e a pessoa para imediatamente de fumar e começa a fazer a fisioterapia os sintomas amenizam e até desaparecem, porém o enfisema já esta instalado no pulmão.
      Como você parou de fazer os exercícios respiratórios por algum tempo, o enfisema que até então estava latente, mostrou-se novamente.
      Aconselho que você não pare os exercícios mesmo quando receber alta pelo seu fisioterapeuta. Peça para lhe ensinar alguns exercícios para que possa fazer em casa.

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  16. tenho enfisema pulmonar meu pulmão trabalha só 75por cento só tenho 36anos e nunca fumei, tem como fazer essa doença estacionar

    • Olá Eliane,
      Obrigado pelo seu comentário!

      Você pode fazer fisioterapia respiratória para que o enfisema não evolua rapidamente, e assim, estacionar um pouco a doença.
      Não deixe de fazer fisioterapia.

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  17. Dra. Rackel. Fumei intensamente dos 17 aos 48 ano. Só 18 anos depois (tenho 66 anos agora) é que comecei a sentir falta de ar. É miuito desagradável, mas a obstrução é discreta e a radiografia dos pulmões está íntegra, bem com a oxigenação (99%).

    A espirometria de dois anos atrás nada acusou, só esta última. Percebo também que quando saio do consultório médico com alto astral, animado, sinto-me bem. Mas quando baixa o astral me sinto com mais falta de ar. (Existe fator psicológico?) Comei há um dia a fazer uso de Seretide 50/250, que devo usar por um mês. Em um dia só ainda não senti efeito. Sei que é irreversível, mas posso estabilizar a doença, ou, pelo menos levá-la a longo prazo?

    Um abraço e o meu muito obrigado.

    • Olá Joaquim,
      Obrigado pelo seu comentário!

      O fator psicológico pode influenciar em alguns casos para o aumento da falta de ar, ou pela sensação de bem estar. Há como estabilizar o enfisema e levar uma vida sem grandes problemas,.
      Aconselho que continue com visitas regulares ao pneumologista e se for preciso faça fisioterapia respiratória,para melhorar a sua capacidade respiratória.

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  18. ELIETE . DR. RACKEL POR FAVOR ME ENSINE ALGUNS EXERCICIOS CASEIROS PARA ANEMIZAR O EFIZEMA PULMONAR DE MINHA MAE QUE TEM 76 ANOS ; MUI GRATA

    • Olá Eliete,
      Obrigado pelo seu comentário!

      O ideal seria que a senhora procurasse uma fisioterapeuta, para que a mesma possa lhe ensinar os exercícios respiratórios, pois ela precisará de um acompanhamento semanal.

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  19. Dr. meu pai está com Efisema ele tem 64 anos, foi fumante desde os 14 anos, começou com uma crise de falta de ar levamos ao medico especialista q na radiografia deu q era efisema, mas ele so passou o DAXAS 500 com um Expectorante, isso basta?

    • Olá Kittyane,
      Obrigada pelo seu comentário!

      Na verdade o tratamento do enfisema pulmonar não consiste somente no medicamento, mas a fisioterapia também é importante para que ele se mantenha com o ritmo respiratório bom por muito tempo.
      A pessoa que tem enfisema acaba perdendo a capacidade de respirar com todos os alvéolos e com isso o cansaço aumenta e a expansibilidade torácica diminui. Aconselho que procure um fisioterapeuta para obter maiores informações.

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  20. Dr, esse medicamento DAXAS 500 e para qual estagio do efisema? Estou desesperada nao sei oq fazer nessa situação, o medico nao receitou mas nada para ele nao entendo! pois na Raio X dele deu um pequeno nodulo de residou oq isso quer dizer? obrigada!

    • Olá Kittyane,
      Não sei ao certo para qual estágio esse medicamento é usado, mas converse novamente com o médico e fale da importância da fisioterapia para o caso dele. Peça ao médico um encaminhamento para fazer fisioterapia, pois ajudaria demais.

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  21. Dra, por quanto tempo vive uma pessoa q tem Efisema pulmonar?

  22. Descobri que tenho enfisema a três meses…esta no grau 1.
    Tomei o medicamento receitado e a falta de ar e o cansaço melhorou,porém a dor nas costas não passa,principalmente de madrugada.
    É normal essa dor ?

    Obrigada!

    • Olá Bianca,
      Obrigada pelo seu comentário!

      A dor nas costas é normal, porém não ocorre em todas as pessoas com enfisema. Se você apresenta bolhas pulmonares, essa dor pode significar que uma das bolhas se rompeu. Procure o seu pneumologista para esclarecer melhor a causa da dor que você sente!

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  23. ola doutora minha mãe estar com 75 anos e tem enfisema pulmonar, apresenta cansaço e piora com atividades ela quer fazer uma viaje em Fortaleza Ceará de avião moramos em Santarém-Pará ela pode viajar de avião? a viaje de avião aumenta a falta de ar durante o voou? tem riscos? o que faço ela quer muito fazer essa viaje? muito obrigada. Elda

    • Olá Elda,
      Obrigada pelo seu comentário!

      Viagens de avião para pessoas com enfisema pulmonar podem ser um risco dependendo do grau da doença, pois como há uma certa pressão na decolagem e na aterrissagem, a bolha(se houver) pode se romper e causar uma dor de intensidade de moderada a intensa na pessoa.
      Aconselho que antes de viajar, procure o pneumologista dela e converse com ele sobre isso!

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

  24. ana roberta hermann

    22/06/2012 at 20:20

    Parei de fumar faz apenas 4 dias pois minha mãe foi parar na CTI por causa de um enfisema pulmonar. Ela com a graça de Deus ja faz 3 anos que conseguiu para de fumar e mesmo assim agora foi parar na CTI. Me desesperei em ver ela naquele estado. Vai dar td certo……

    • Olá Ana,
      Obrigada pelo seu comentário!

      Tenha força nesse momento pois sei como é ver um ente querido nessa situação, e mais força ainda para continuar sem fumar, pois o fomo traz muitos problemas a longo prazo!
      Cuide-se!

      Atenciosamente,
      Dra. Rackel Monte

Leave a Reply

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×